Sexta-feira, 6 de Julho de 2007

Veni, vidi, vici

Parafraseando novamente Vergílio Ferreira, “A vida é um milagre fantástico”! Hoje foi um dia de maravilhosa boa disposição com a vida! Sem querer ser egocêntrica, mas já o sendo, não sou capaz de acabar este dia sem dizer ao mundo inteiro que tirei 20 no exame nacional de Português, 19 no de Francês e 13 no Filosofia (que não conta para nada, só o fiz porque já tinha pago e como diz a Filó “Se paguei, tenho direito!”).

Sei que é presunção pura, mas hoje sinto-me mais poderosa do que o Júlio César, porque eu cheguei, vi e venci! (Também me enclausurei em casa, mas isso não interessa!)

Tenho que agradecer a três pessoas (mais, se formos a ser realmente justos): à minha professora de português, a professora Olinda Loureiro, por me ter preparado tão bem; a quem fez o exame, porque foi da mais sapiente bondade; e ao Álvaro de Campos (parte de um grande senhor) que me iluminou a alma no instante em que recebi o exame! Porque tenho a certeza que fui eu que acendi “o quadrado com luz de uma janela iluminada!”

“Fraternidade na noite!”

 

I’ve got the power!

publicado por MB às 19:21
link do post | explanare | favorito
3 comentários:
De KI a 7 de Julho de 2007 às 01:24
Explano que nada me surpreende a tua nota à disciplina de Português pela forma como te leio, claro que se prende também com análise imensa esses exercícios de poder mental a que te dedicaste ehehe!

Muitos Parabéns e que a fasquia seja sempre o limite do máximo. Álvaro de Campos...também gosto e para ti outra parte de Pessoa:

"Sossega, coração! Não desesperes!
Talvez um dia, para além dos dias,
Encontres o que queres porque o queres.
Então, livre de falsas nostalgias,
Atingirás a perfeição de seres.

Mas pobre o sonho o que só quer não tê-lo!
Pobre esperança a de existir somente!
Como quem passa a mão pelo cabelo
E em si mesmo se sente diferente,
Como faz mal ao sonho o concebê-lo!

Sossega, coração, contudo! Dorme!
O sossego não quer razão nem causa.
Quer só a noite plácida e enorme,
A grande, universal, solene pausa
Antes que tudo em tudo se transforme."


Fernando Pessoa


Beijinhos e um fim de semana enclausurada no mundo - hihihihihi - e com tudo a que tens direito.Auguri!


De aeu a 9 de Julho de 2007 às 23:01
Oh colega, essa vontade imensa de dizer ao mundo, é uma responsabilidade acrescida, mas ao mesmo tempo libertadora. Libertadora porque não devemos guardar só para nós os reais sentimentos. Que se lixem aqueles que pensam que é exibicionismo, e terá por certo "amigos" desses. Ora, aqueles que nada fazem, que nada são, quando alguma pequena coisa pensam, já se julgam donos do mundo, e nem a terra que pisam é deles. Quem merece, é a série, com direito, e até banda de música! Sim! Muitos parabéns! E mais uma vez, é uma responsabilidade acrescida. Quanto maior a fasquia, maior o esforço para saltar sempre acima do limite anterior. Mas queria deixar-te uma short message ": Não deixes de gozar a vida! Talvez, a exigência máxima também dê muito gozo! Eu acho que sim! Bjos muito maiores que tu! AEu
De http://shakermaker.blogs.sapo.pt a 12 de Julho de 2007 às 09:50
Ora viva!

Então, muitos parabéns por essa nota bem rechonchuda. Nos meus tempos de estudante (há muitos, muitos anos) creio que tirei um 18 a Português e um 19 a Filosofia ou coisa que o valha.

É bom sentirmo-nos on top of the world e por momentos termos o mundo aos nossos pés. Depois passa mas enquanto dura é bom.
It`s great when you`re straight, yeah!

Um abraço...
shakermaker

Comentar post

recentes scripta

Sibila est

Hipotermia (II)

Quarto de Pandora

António

Quiet Nights of Quiet Sta...

Catarse

RP sem Croquetes!

Por una Cabeza

Imortal

porta

Monólogos de Valium

Tardes de Saudade e um Ge...

...

Moinhos de Vento

Bilhete para o fim do dia

designed by Rui Barbosa