Quinta-feira, 30 de Agosto de 2007

A gente vai continuar

Andam a remendar aqui a rua… Cinco metros de alcatrão novo aqui, mais cinco ali. Remenda-se. Não se faz uma estrada nova, aproveita-se a que já se tinha para permitir que a gente continue. E a gente consegue continuar na mesma. Pode haver uma saliência ou outra, mas conseguimos. Ninguém veio anunciar uma estrada de veludo.

E então lembrei-me desta letra de uma música do Jorge Palma, que aproveito para pedir a duas amigas minhas, a Carla e a Kituta, que leiam com muita atenção, embora saiba que a primeira não vem cá muitas vezes.

Às vezes basta remendar. Porque enquanto houver estrada para andar a gente vai continuar!

 

Tira a mão do queixo, não penses mais nisso
o que lá vai já deu o que tinha a dar
quem ganhou, ganhou e usou-se disso
quem perdeu há-de ter mais cartas para dar
e enquanto alguns fazem figura
outros sucumbem à batota
chega aonde tu quiseres
mas goza bem a tua rota
 
Enquanto houver estrada para andar
a gente vai continuar
enquanto houver estrada para andar
enquanto houver ventos e mar
a gente não vai parar
enquanto houver ventos e mar
 
Todos nós pagamos por tudo o que usamos
o sistema é antigo e não poupa ninguém
somos todos escravos do que precisamos
reduz as necessidades se queres passar bem
que a dependência é uma besta
que dá cabo do desejo
e a liberdade é uma maluca
que sabe quanto vale um beijo
 
Enquanto houver estrada para andar

a gente vai continuar...

 

Quem escreve que a “dependência é uma besta que dá cabo do desejo e a liberdade é uma maluca que sabe quanto vale um beijo” chegou lá, aonde a gente que continua quer chegar!!!

música: A gente vai continuar - Jorge Palma
publicado por MB às 22:51
link do post | explanare | favorito
1 comentário:
De kituta a 30 de Agosto de 2007 às 23:06
Adoro-te, adoro-te, adoro-te!!!
Só o facto de te teres lembrado de mim já foi bom! Mas o facto de te teres lembrado de mim por causa de uma música, desta música é maravilhoso (não é a palavra certa, mas nunca é a palavra certa... Afinal são só palavras, não é?...)!
Não te procupes pq a gente vai SEMPRE continuar!...
Ah, e já sabes, qd precisares de "um bocadinho de alcatrão" eu tenho sempre p os amigos!!! ;D
Beijinhos***

Comentar post

recentes scripta

Sibila est

Hipotermia (II)

Quarto de Pandora

António

Quiet Nights of Quiet Sta...

Catarse

RP sem Croquetes!

Por una Cabeza

Imortal

porta

Monólogos de Valium

Tardes de Saudade e um Ge...

...

Moinhos de Vento

Bilhete para o fim do dia

designed by Rui Barbosa