Quinta-feira, 15 de Abril de 2010

Moinhos de Vento

Há uma pequena tempestade de vento em torno da minha cabeça. Alguma trovoada já. Sou uma ilha e sou-a com dignidade. Ou sem ela. Ou com ela sem o ser. Já não sei. É uma pequena tempestade. Ponto. E os meus pensamentos são D. Quixotes a lutar contra os moinhos de vento.

Estou cansada de silêncios mórbidos de tão podres que são. E estou a rasgar de alto a baixo tecidos de cortinas a esconder bastidores e camarins de festins frustrados. Estou cansada de ter que ter uma razão para me sentir assim. Sinto e ponto. Quem vem discutir?

Ninguém... Eu estou tranquila quanto a isso. Ninguém vem tirar satisfações comigo sobre os porquê. Pelo simples facto de que ninguém sabe. E este tipo de subterfúgios deixam-nos mais amigos da nossa nuvem a pairar sobre a cabeça. Uma tempestade de bruma pessoal. Intransmissível.

 

Resigno o trono.

Prefiro sentar-me na cadeira. Só porque ao lado há outra. E já não serei uma ilha.

 

 

 

In your face I trust
With you beside me I am standing strong
One truth
Two hearts
You took my life and made it beautiful
So you dared to let me shine
Even walk a step behind
Willingly you give yourself to me
Knowing who I was born to be
Only you know how
To hear me through the silence
You reach a part of me that no one else can see
Forever true there’s only me
And only you
Only me and you

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

(Vendaval filosófico depois do filme Young Victoria)

sinto-me: Only You - Sinead O'Connor
publicado por MB às 00:31
link do post | explanare | favorito
|
1 comentário:
De Silvéria a 15 de Abril de 2010 às 21:48
Se és uma ilha, pelo menos não estás sozinha, junto-me e fazemos um arquipélago!!!

E também estou tranquila. Bem mais, agora...

Comentar post

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

© Marta Barbosa 2007

recentes scripta

Sibila est

Hipotermia (II)

Quarto de Pandora

António

Quiet Nights of Quiet Sta...

Catarse

RP sem Croquetes!

Por una Cabeza

Imortal

porta

Monólogos de Valium

Tardes de Saudade e um Ge...

...

Moinhos de Vento

Bilhete para o fim do dia

designed by Rui Barbosa