Quarta-feira, 3 de Junho de 2009

As Monumentais Festas do Casamento da Gata - Time to Say Goodbye

 

Estava e estou tão ocupada com a minha vida de quase casada que praticamente me olvidava que há necessidade de me entregar aos prazeres da vida – a escrita! Mas – e tudo tem um mas -, as minhas damas de horror mais a madrinha “twittam-me” dizendo que é tempo de dizer “o adeus” à minha atribulada vida extraconjugal, porque dentro em breve passará a ser conjugal!

Despedida de solteira?! Que é isto? Segundo a minha dama de horror Marina de Uta, despedida de solteira é a realização de todos os actos que costumava fazer até então numa só noite (e que voltarei a fazer dentro em breve!)


 

(Espero que o infeliz do meu noivo não esteja ao corrente desta minha vida de rotina inspirada nos ideais franceses! Espero mesmo que aquela história do responso para recuperar coisas perdidas resulte!)


 

Vou passar a explicar o modo como se processará a noite. Contudo, espero que ninguém com uma sensibilidade muito apurada leia a agenda que as minhas moças traçaram:


 

  1. Para começar, um cházinho de panela (mas mesmo panela, não fabricantes de): pode vir em mala vermelha ou não, com pilhas ou de bateria. O chá servido será, por falta de verbas, à base de produtos extremamente naturais, cultivados em vasinhos postos em sítios reservados por um familiar de uma das convidadas.

  2. Cansadas da tarde e, como o cházinho abre o apetite, rumaremos, qual peregrinação ao Bom Jesus, ao MacDonald's de Gualtar, local escolhido por uma série de razões que passo a citar:

    1. propícia localização para realização de test-drive num qualquer carrinho;

    2. existência de espaço reservado à diversão...infantil;

    3. existência de MacDrive (até porque o test drive dá fome);

    4. vasta zona de estacionamento;

    5. vasta zona de deserto de pradaria (não padaria, como a Montalegrense) onde muito animal pode aparecer;

    6. feliz zona hortofrutícula;

    7. boa vista para o Bom Jesus e Sameiro;

    8. como não poderia falhar, há uma rotunda por perto;

    9. ampla sala de convívio e música ambiente;

    10. grande variedade de pratos;

    11. Uma vez que o restaurante vai fechar para a nossa pequena comemoração, os serventes (only male) terão um novo e pontual dress code: tanguinha tigreza/leopardeza e avental de organza de cor a fazer pandan com a secção de convidadas a servir.

       

  3. Segundo as damas de horror, no fim do jantar a sobremesa será servida em cima da mesa com a especial característica da existência e utilização (manual ou não) de alavanca ascensora que servirá como uma espécie de pauzinho chinês (em tamanho ocidental), que dará a dita cuja, sobremesa, na boca da noiva, portanto euzinha. Leite creme torradinho como a Fanny gosta. Dizem, também, que haverá uma espécie de strip (isto de ser noiva é cansativo). Que maldade! Obrigar o moçoilo a vestir-se para depois ter que tirar a roupa... Terei então que combater o meu pânico de alturas, uma vez que dizem que vou ascender ao tampo da mesa para “bailar” avec le dito moçoilo.


 

  1. Para finalizar tão longa e já saudosa noite, eu, seguida pelo meu séquito de loucas ladies, envergando um belo véu alusivo ao dia (ou noite) percorrerei, qual procissão de v(b)elas, as ruas da mui nobre e sempre velha Bracara Augusta, anunciando o meu último dia de (oficial) liberdade. Bares e discotecas acompanhar-nos-ão até ao amanhecer que ditará o início de uma nova era. Depois irei dormir – ainda não sei é bem onde nem com quem (e com o que a noite me der de beber, duvido que chegue a saber)!


 


 


 

Nota importante:

Quem quiser ir a este evento do social do mais alto gabarito deve inscrever-se aqui, estando a tratar da organização as minhas damas de horror e madrinha, vulgo, Marina de Uta, Sofia de Gomes e Marta de Faria.


 

Até breve!


 

Trulilooooooo!

música: Like a Virgin - Madonna
publicado por MB às 23:19
link do post | explanare | favorito
|
7 comentários:
De João de Oliveira (não de Azeméis...) a 4 de Junho de 2009 às 00:33
Como sabem não poderei estar presente pois tenho uma coisa que vocês tanto querem e que me impede de comparecer! Refiro-me a compromissos é claro!!!

No dia do casório lá estarei para levar a noiva ao altar!
De Joana Romão a 4 de Junho de 2009 às 08:56
só vou se tiver strippers!
De Marina de Uta a 4 de Junho de 2009 às 17:56
Como parte integrante da organização do mui nobre evento de despedida da menina Marta da sua vida de liberdade, estarei como é óbvio, presente.
Garanto que haverá moços muito interessantes com muito pouca roupa mas, para garantir que tudo corre de forma ordenada, queria pedir às convidadas que, antes de tocarem no que quer que seja (sim tocar, que não há cá daquelas regras de só ver...) deixem a noiva decidir se está interessada em comer mais do que a ementa principal anunciar. Entendam meninas... ela está a caminho do fim... nós temos sempre o dia do casamento dela pa dar em cima dos homens (que não sejam o noivo dela, entenda-se!!!)
Relativamente ainda a esta despedida de solteira, é ainda bom lembrar que é obrigação de todas as presentes fazer com que a futura-esposa não se recorde no dia a seguir das partes embaraçosas (creio que meia garrafa de vodka e duas gotas de sumo de maçã bastarão para isso).

É tão emocionante (lágrima) a minha menina vai casar!!!
loooooooooool

bjus
goxmuiti
De Silvéria a 4 de Junho de 2009 às 21:23
"espero que ninguém com uma sensibilidade muito apurada leia a agenda que as minhas moças traçaram"

eu tenho sensibilidade apurada e eu li isto!!!!!!!

strippers gostosos? parece-me um programa interessante, até podia fazer uma 'reportáge' sobre isso :P
Tudo em prol do direito à informação, claro!
De Zi a 5 de Junho de 2009 às 00:38
avixo desd ja k tenh conhecimentos d ervas cultibadas nos canteiros e vaxos nalguma residencia...po chaxinhu!!!CLARO!
kto ao testdrive...o ruivo é meu!!! ta abisado...e so partilho com a moxa k vai caxar! e+ nd.
podiam era cunbidar a LINDA pa musicas...LOLOLOLOL
"...a tua gaita nao é nada sem a minha concertina..."
beijinhuzzzzzzzzz
De David Pereira a 7 de Junho de 2009 às 15:09
Podem contratar-me para servir o catering?
De Rui Barbosa a 14 de Junho de 2009 às 18:39
Eu queria ir só pelos meninos de tanga, mas acho que não permitem entrada a homes.

Estamos muito libertas, estamos - Sr. Marta!!!

Comentar post

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

© Marta Barbosa 2007

recentes scripta

Sibila est

Hipotermia (II)

Quarto de Pandora

António

Quiet Nights of Quiet Sta...

Catarse

RP sem Croquetes!

Por una Cabeza

Imortal

porta

Monólogos de Valium

Tardes de Saudade e um Ge...

...

Moinhos de Vento

Bilhete para o fim do dia

designed by Rui Barbosa