Sexta-feira, 13 de Outubro de 2006

A Felicidade Sábia

– ao escritor João de Melo que me ensinou a ser feliz com lágrimas.

 

Vagueias sozinho nesta rua, onde o sol se põe e
Nasce ao mesmo tempo. Encontraste a tua pomba,
Aquela que te esperou na tua ausência.
Estiveste longe, mas a tua chama continuou
A acalentar o café com borra que bebias nos dias da tua
Infância,
Perdida,
Morta.
E há muito que te quero perguntar “Porque morres tantas vezes?”,
E saber porque não sabes ser feliz.
E perguntar porque só agora vieste reerguer
Este teu castelo de cartas, que deixaste que estragassem.
E nesse castelo onde navegas, já vejo os quadros de paisagens
Azuis e jarros de malmequeres e jacintos.
Deixaste tanto para trás…
Ser feliz é difícil, disseste-me um dia.
Será que és capaz?
Será que tens coragem para ser um homem que
Nasceu para ser feliz?
Olhas para mim de longe,
Nessa ilha de naufrágios, onde o sal se mistura com o sangue
E de onde me acenas e te despedes.
Sinto que sim.
Ao longe, consigo ver que o sorriso que me dás
Tem o sabor do sal das lágrimas.
publicado por MB às 23:21
link do post | explanare | favorito
|
2 comentários:
De ***Lazarita*** a 15 de Outubro de 2006 às 19:12
oh pa miuda... k lindo... kontinuo a dixer k tas mt filosofika... lol

tipo linda nao deixes para amanha o k podes faxer hoje... arrisca e nao tenhas medo pk as vexes e ixo k nao nos deixa faxer o k keremos... mas tu es capax de paxar ixo tudo portanto deixa te de ser " moina" e atira te de cabexa... mas nao te exkexas... olha o clima... ah?!? forxa paixoneta... a maninha ta aki pa tudo ...


bjs mt fofos e kidos como tu... adwt mt mt mt ...


fika bem
De os fofos a 16 de Outubro de 2006 às 22:34
Quem escreve assim não precisa de mais comentários. Isto é muito lindo.
P.S. Quem disser mal deste POST é simplesmente inveja e a inveja mata, continua assim miuda reguila.
Muitos beijinhos dos fofos.

Comentar post

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

© Marta Barbosa 2007

recentes scripta

Sibila est

Hipotermia (II)

Quarto de Pandora

António

Quiet Nights of Quiet Sta...

Catarse

RP sem Croquetes!

Por una Cabeza

Imortal

porta

Monólogos de Valium

Tardes de Saudade e um Ge...

...

Moinhos de Vento

Bilhete para o fim do dia

designed by Rui Barbosa